Logo
Logo
Banner Diolaser Banner Diolaser Banner Diolaser
Escolha uma Unidade

Estado:

Unidade:

Notícias


Pitaya: exótica e cheia de benefícios


29/03/2017 - Visualizações: 137


Pitaya: exótica e cheia de benefícios

Fruta dragão. É assim que é chamada a pitaya, uma fruta de características exóticas e benefícios excelentes para a saúde, originária do México e de países da América Central, a pitaya parece ter desembarcado de vez no Brasil. Tanto é que, por causa da procura crescente, a fruta já vem sendo cultivada por aqui – principalmente nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Paraná.

Ela conseguiu se espalhar pelo mundo todo, com sua casca é irregular, formando gomos escamosos que lembram um dragão, e com sua polpa é doce e macia, com um sabor comparado ao do kiwi e melão. A pitaya virou matéria prima de doces, geléias, iogurtes, sorvetes, tortas e com a casca dá para fazer chá em infusão, que é rico em antioxidantes e tem alto poder diurético

Tipos da pitaya

É possível encontrar na natureza três tipos da pitaya: a com casca rosa e polpa branca (Hylocereus undatus); a de casca rosa e polpa vermelha (Hylocereus polyrhizus) (em nosso país, as versões mais consumidas); e, por fim a com casca amarela e polpa branca (Selenicereus megalanthus), As três são ricas em nutrientes, contudo alguns dos continentes diferem ente as variedades.

Os vários benefícios da pitaya

Muito rica em vitaminas, minerais e oligossacarídeos, a pitaya ajuda excelentemente na manutenção da boa saúde. Essa fruta consegue diminuir o colesterol, retardar o envelhecimento celular e ainda regular os níveis de açúcar no sangue. É encontrado em sua fórmula o Omega 3, que é rico em magnésio e cálcio, minerais que turbinam a imunidade do organismo.

A pitaya ainda pode ser uma aliada de quem está fazendo dieta para emagrecer, já que em 100 gramas são encontradas apenas 50 calorias e tem propriedades termogênicas, funcionam queimando gorduras. Ainda para emagrecer, são encontradas duas substâncias importantes: glucagon, que dá sensação de saciedade e tiramina, que inibe o apetite, principalmente por doces.

Também tem um bom aporte de fibras, que auxiliam na redução do colesterol, nunca é demais lembrar, ajudam o intestino a funcionar direitinho; A presença de vitamina C e de zinco são responsáveis por fazer dessa fruta uma aliada no reforço do sistema imunológico

Na hora da compra

A casca da pitaya merece atenção especial. Isso porque não pode exibir qualquer machucado. Fora isso, deve estar firme. A coloração esverdeada significa que ainda não está bacana para consumo.

Por outro lado, se o alimento amassa com facilidade ou está soltando líquidos, provavelmente já passou do ponto ou está estragada, se houver furinhos na casca, é possível que bichinhos tenham entrado no fruto.

Como preservar a pitaya

Se estiver fechada, deixe-a em local fresco e seco o tempo depende do seu tempo de amadurecimento. Após aberta, o ideal é que seja consumida logo, para evitar a perda de nutrientes.

Mas ela pode ser armazenada em ambiente refrigerado, na geladeira, a fruta dura de dois a três dias, deve ser guardada em potes fechados ou sacos vedados, outra possibilidade é congelar a polpa por até três meses.

Receita de suco de pitaya

O suco é uma das formas mais procuradas para o consumo da pitaya, se ficou interessada nesta curiosa fruta, comece pelo suco, veja uma receita super deliciosa e nutritiva a seguir.

Ingredientes:

01 pitaya (pode ser qualquer um dos 3 tipos de pitaya)

01 banana

01 rodela de gengibre

Gelo

Açúcar ou adoçante

02 copos de água

Modo de preparo:

Esse suco é de fácil preparo. As frutas devem ir ao freezer por pelo menos duas horas antes do preparo. Após isso, bata todos os ingredientes no liquidificador, adoce como preferir (tente não usar muito açúcar caso prefira ele) e ele já estará pronto pra servir.

Aproveite todos os benefícios dessa fruta maravilhosa!

Comentários:

Ninguém comentou ainda, clique aqui e seja o primeiro a comentar.